Limão SeringaFala-se bastante em transgênicos, mas grande parte da população não tem informações bem aprofundadas sobre as sementes para o cultivo das novas tecnologias na agricultura. Atualmente, existem diversas empresas que produzem esses alimentos no Brasil e no mundo e são responsáveis pelas tecnologias transgênicas.

Roundup

O Roundup é um herbicida criado à base de glifosato. São usados no pré e no pós-plantio. As informações fornecidas pela empresa Monsanto afirmam ser de baixa toxicidade, mas o herbicida é perigoso devido à sua potência. Ela serve para dessecar as ervas daninhas que se encontram na agricultura, aumenta a fertilidade do solo, contribui para o controle das erosões e preserva os rios e lençóis.

O Roundup, aplicado à soja, produz a soja RR. A soja RR deixa a planta tolerante à ação dos herbicidas à base do glifosato, ela controla as ervas daninhas que concorrem com a plantação, não atrapalhando o desenvolvimento da lavoura, mas que, segundo a multinacional, reduz o uso de 42,7 bilhões de litros de água, que economiza combustível. Proporcionando maior rentabilidade ao agricultor.

Algodão Bollgard

Algodão Bollgard, também desenvolvido pela Monsanto, torna a planta resistente durante o todo o plantio ao ataque de pragas fortes como: lagarta-da-maçã, curuquerê, a lagartinha verde que come a folha de algodão, e a lagarta rosada. O uso dessa inovação diminui a quantidade dos agrotóxicos utilizados na plantação.

Milho Yieldgard

Milho Yieldgard é outro da lista de produtos desenvolvidos pela multinacional. Ele reduz em 27% o uso de inseticidas para combate da lagarta-do-cartucho. De acordo com informações da Monsanto, ele auxilia na proteção da biodiversidade, preservando os insetos, acaba com as pragas lagarta-do-cartucho, lagarta-da-espiga e a Broca-do-colmo.

Usado em vários países, o Milho Roundup Ready 2, deixa em baixo risco a contaminação da água potável, gera uma vasta economia financeira, devido ao menor custo, diminuição dos defensores agrícolas e reduz também a erosão.

Tipos de Transgênicos produzidos no Brasil

No Brasil, cultiva-se o milho transgênico, usado para fins de alimentação animal. A soja é encontrada já pode ser encontrada nos produtos do supermercado e também é exportada, juntamente com a canola, utilizada na fabricação de óleos e o algodão, em óleo e fibra.

As sementes são produzidas por várias empresas, sendo a mais antiga delas, a Monsanto. Com seu sistema Round up Ready, à base de glifosato, herbicida altamente tóxico que, se usado excessivamente, causa danos graves ao solo.

Alimentos ProduçãoNão é apenas na agricultura que existem transgênicos, pois essa tecnologia também é aplicada em outras áreas do setor primário. O hormônio introduzido em suínos e bovinos é proibido em diversos países, salvo nos Estados Unidos e no Brasil. Aqui esse transgênico de crescimento (rBGH ou rbST, abreviação do nome em inglês) é utilizado para aumentar a produção do leite das vacas e também atua na engorda dos gados de corte, a fim de produzir mais carne.

O Brasil possui uma fiscalização de biotecnologia, quanto ao cultivo de produtos transgênicos, mas ela não é rigorosa, pois permite que entrem no país venenos e hormônios que mais prejudicam do que ajudam no processo de produção das lavouras. Por isso ocorrem os desentendimentos: o país está dividido, entre os empresários e ambientalistas.